30 de jan de 2012

É preciso que aprendamos a nos tornar impermeáveis


Por acaso você já observou o que acontece com os patos quando dão seus mergulhos na lagoa? Eles simplesmente não se molham. Suas penas são cobertas com uma camada de óleo, tornando a ave impermeável. Ele retira cuidadosamente o óleo, da glândula uropigial, com o bico e o espalha por todo o corpo. Se você lavar um pato com detergente, ele se afogará no primeiro mergulho. Mas o pato não é a única ave privilegiada com esta proteção. Praticamente metade das aves possuem a tal glândula.
Ao liderar pessoas difíceis é fundamental desenvolver um mecanismo de proteção parecido com o do pato. De alguma maneira, é preciso que fiquemos “impermeáveis”. O grande erro é deixar que o temperamento difícil de uma pessoa se torne referência para você e para todos ao redor.
Se alguém fala alto demais em seu ambiente de trabalho, não vai demorar muito para que todos comecem a se comunicar aos berros. Será a vitória do erro. É preciso que aprendamos a nos tornar um pouco surdos, mantendo um jeito sereno de falar. Impermeáveis. O silêncio falará mais alto que os gritos, e a serenidade será a referência determinante para aquele ambiente.
O problema é que, além de não sermos "patos", muitas vezes, nos comportamos como verdadeiras "esponjas".
Temos a trágica capacidade de absorver tudo. Se alguém vomita num lugar público, logo buscamos um balde d'água para limpar o lugar. Porque não fazemos o mesmo com as pessoas que vomitam mau humor, inveja e raiva?

Absorver estes sentimentos como uma esponja é tão asqueroso e prejudicial quanto absorver o vômito alheio.
Se pensássemos desta maneira, não ficaríamos com tanta facilidade nos remoendo em ressentimentos. Prestou atenção nesta palavra? Vou repetir "re-sentimento". É sentir de novo o que já fez mal da primeira vez. Recebemos uma ofensa, basta a dor uma vez só. Mas preferimos comentar sobre o fato ressentidamente com alguém, depois com outro e mais outro... Ao final do dia já "re-sentimos" a mesma dor várias vezes. Jogue um balde d'água nessa sujeira! O perdão é o melhor remédio. Seja pato.. não seja esponja.

(Artigo extraído do livro "Como liderar pessoas difíceis").

Read more...

28 de jan de 2012

Sabedoria



O sábio é cauteloso e desvia-se do mal, mas o insensato encoleriza-se e dá-se por seguro. Prov. 14:16.

Um jovem casado, assediado por muitas mulheres, recebeu o conselho sábio de seu patrão, um homem cristão e experiente: “Não dê atenção a essas damas.” O jovem respondeu com ironia: “Há muita sabedoria em números”, referindo-se ao livro bíblico de Números. “É possível”, disse o patrão, “mas, com certeza, há mais sabedoria no Êxodo.”

O provérbio de hoje apresenta uma advertência: Fuja do mal. Não complique a sua vida. Evite a tentação. O primeiro pecado do mundo aconteceu porque Eva achou que podia “administrar” a tentação. Sua segurança estava em conservar-se longe da árvore. Você conhece o fim da história.

Pessoas sábias jamais correm riscos desnecessários. Não querem saber quão perto podem chegar do precipício. O insensato rejeita os conselhos, encoleriza-se quando alguém tenta mostrar-lhe o perigo. Sente-se seguro e acha que nada tem a aprender.

Séculos atrás, o apóstolo Paulo estabeleceu um princípio de segurança espiritual. “Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” I Cor. 10:12.

As grandes derrotas da vida não acontecem quando estamos em guarda. Mas quando, confiados em nossas vitórias passadas, achamos que estamos seguros e abaixamos a guarda.

Aconteceu com Belsazar, em Babilônia. Seu império parecia invencível. Seus inimigos estavam dominados e dedicou-se a viver em clima de festa. Foi uma noite de festa que se transformou em tragédia, porque o exército medo-persa invadiu e destruiu Babilônia.

Aconteceu com Golias. O que poderia fazer um garoto, com uma funda e cinco pedrinhas? Abaixou a guarda. Num segundo, o gigante jazia derrotado no chão.

Fuja do mal. Seja sábio. Pare hoje mesmo de brincar com o perigo. Não abaixe a guarda. Não sinta segurança nas suas próprias forças. Isso pode ser fatal.

Que Deus lhe dê um dia maravilhoso. E não se esqueça de que “o sábio é cauteloso e desvia-se do mal, mas o insensato encoleriza-se e dá-se por seguro”.

Alejandro Bullon

Read more...

27 de jan de 2012

Devocional para seu Casamento: A missão da Submissão

Eu sei, eu sei, aqui está essa palavra outra vez: submissão. De­pois de ouvir essa palavra, algumas mulheres fazem cara feia, outras sorriem e outras parecem perplexas. Qualquer que seja a sua reação inicial, acho que você irá gostar desse artigo, que resume o que escreveu Curt Whalen, o marido de uma mulher que aprendeu uma valiosa lição sobre a submissão. Penso que as suas palavras to­carão o seu coração e possivelmente lhe darão uma nova perspectiva sobre o assunto.

Hoje em dia muitas mulheres desejam um lar centrado em Cristo. Mantêm a família envolvida em atividades da igreja, as famílias vão ao culto regularmente e passam algum tempo em oração com as crianças. Ainda assim, enquanto os corações de muitas mulheres anseiam pelo Senhor, seus maridos parecem indiferentes e distantes. Foi assim com a minha mulher, Marybeth. Para alguém de fora que examinasse as nossas vi­das, pareceria que eu era tão devotado a Cristo como ela. Infe­lizmente, isso não era verdade.

Houve uma época em que Deus, a igreja e o meu caminhar com Cristo não eram importantes. Eu freqüentava a igreja (às ve­zes) e nós tínhamos (ela tinha) amigos cristãos, mas eu não estava interessado em aproximar-me mais de Cristo. Orações diárias, es­tudos bíblicos e amizades cristãs íntimas não faziam parte dos meus planos. Minha mulher era a única que tentava levar nossa família à igreja. Organizava nossas atividades cristãs. Ajudava outras pessoas em necessidade. Mas eu não era seu parceiro nes­sas atividades. Na verdade, eu me ressentia pelo seu amor a Deus. Olhando para trás, consigo ver o sofrimento que lhe causei. Lembro-me de olhar nos olhos dela e ver a dor, a tristeza e a mágoa que causei.

Agora que estou tentando aproximar-me do Senhor, me pergunto quantas outras mulheres não terão tido os mesmos sentimentos. Quantas têm maridos tão devotados ao tra­balho que se afastam da vida familiar? Quantas mulheres têm maridos que passam o tempo absorvidos por qualquer coisa, exceto seus filhos? Quantas têm maridos que deixam o lar para procurar um relacionamento adúltero? Quantas mulheres tentam construir uma família cristã forte, embora se sintam derrotadas pela pessoa que supostamente deveria ser o seu parceiro espiritual?

Tenho ainda um longo caminho a percorrer para desenvolver a minha relação com Cristo e com a minha mulher, mas devagar, com o passar do tempo, sinto que a dureza que rodeava o meu coração começou a se derreter. Você pode estar se perguntando como pode acontecer algo assim. A mudança em minha vida co­meçou de uma maneira muito simples. Começou com uma oração. Em maio de 1996, minha mulher e eu levamos nossos filhos para passar duas semanas de férias na praia. Ela estava grávida, o parto previsto para o fim de ju­lho, e eu tentava dar-lhe algum tempo para relaxar e divertir-se antes da chegada do bebê. Durante essas fé­rias, ela estava lendo um livro devocional para mulheres, que a levou a orar por três assuntos específicos. Ela orou para que o meu coração se voltasse ao Senhor, para que a nossa família se tornasse uma família centrada em Cristo, e para que Deus comovesse o coração dela com as coisas que comoviam o dEle.

Nossa família passou por tremendos sofrimentos desde aquelas orações daquele verão. Mas ao longo desses tempos de dificuldades, comecei a sentir mudanças em mim mesmo. Senti um novo desejo de aprender mais sobre o Senhor. Comecei a buscar a Deus e quis aprender tudo o que pudesse a seu respei­to. Eu ansiava por Cristo, não apenas para preencher o meu coração, mas para modificá-lo. Agora parece tão óbvio, mas comecei a entender que nada é mais importante nesta vida que a minha relação pessoal com o Senhor, amando a minha espo­sa, sendo um bom pai para os meus filhos e ajudando outras pessoas em nossa igreja.

E tudo começou com a oração de uma mulher cujo coração ansiava que sua família seguisse a Cristo.

“Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas ao vosso pró­prio marido, para que também, se algum não obedece à palavra, pelo procedimento de sua mulher seja ganho sem palavra, consi­derando a vossa vida casta, em temor” (l Pé 3.1,2).

Posso ver como este versículo era verdadeiro na vida cotidi­ana de Marybeth. Ela não tentou convencer-me a seguir a Cristo. Ela vivia isso. E ela orava por mim. Ela me ensinou sobre o amor e sobre a graça de Deus em ocasiões em que eu a magoava terri­velmente. Ela permaneceu ao meu lado nas épocas em que as pessoas lhe diziam que o seu casamento deveria terminar. E, o mais importante, continuou a orar por mim durante os bons e os maus momentos.

Para as esposas que lerem esta mensagem, e entenderem o sofrimento de que estou falando, por favor, encontrem aqui palavras de encorajamento. Deus lhe ama profundamente e entende o sofrimento do seu coração. Ele ama o seu marido. Ele ama cada pessoa pelo que realmente é, sem levar em conta erros ou peca­dos. Nosso Deus é o pai amoroso que todos os dias contempla o horizonte à espera do retorno do filho pródigo, para que possa correr em sua direção, abraçá-lo e levá-lo para casa. Deus ouvirá as suas orações. Ele anseia penetrar no coração de cada marido, exatamente como penetrou no meu.1

Quando li as palavras deste homem, o meu coração se derreteu. Quando seguimos o padrão de submissão de Deus, levamos o cora­ção de nosso marido a Deus. Leiamos o versículo outra vez: “Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas ao vosso próprio marido, para que também, se algum não obedece à palavra, pelo pro­cedimento de sua mulher seja ganho sem palavra, considerando a vossa vida casta, em temor” (l Pé 3.1,2). Ser submissa não significa ser um capacho nem permitir que o seu marido se aproveite de você.
A definição de Cynthia Heald é muito vivida: “Abaixe a sua ca­beça o suficiente para que Deus possa tocar o seu marido”. Quando lhe perguntei sobre submissão, Cynthia disse: “Durante uma época eu tentava fazer com que Jack fosse mais espiritual, e fizesse o que eu pensava que ele deveria fazer como o líder de nosso lar, e ficava real­mente frustrada porque ele não o estava fazendo. Um dia o Senhor me perguntou se eu estava disposta a desistir de Jack e deixá-lo livre. E eu disse: ‘Não, não estou. Ainda há algumas coisas que preciso fazer’”. Ela continuou dizendo: “Isso foi um pouquinho antes que eu quisesse dizer ‘Está certo, Deus, ele é todo seu’. Quando saí do cami­nho, Deus começou a fazer coisas incríveis na vida de Jack — mas não do meu modo ou conforme a minha programação”.2

Marybeth aprendeu que importunar Curt ou revoltar-se contra ele nunca ajudaria. Então, como Cynthia, ela voltou seus apelos ao Senhor. Lentamente, o Senhor modificou o coração de Curt e trans­formou um casamento que estava arruinado. Embora Marybeth fosse rápida em dizer que o seu comportamento não foi sempre puro e re­verente, e que as suas orações muitas vezes eram nada mais do que apelos de um coração partido, em prantos, ela sabia que somente Deus poderia modificar o seu marido. E afinal, Deus o fez.

Construindo o Seu Relacionamento – Seja submissa ao seu marido hoje. Abaixe a sua cabeça o suficiente para que Deus possa tocar o seu marido.

Pensamento Para o Dia – Uma mulher fará tudo o que puder para controlar um homem; mas mesmo que o consiga, ela não será feliz.

Fonte: Estudos Cristãos

Read more...

24 de jan de 2012

Um pedaço de Bolo?

Essa é uma ótima mensagem pra ler e refletir....


A filha dizia à Mãe como tudo ia errado. Ela não se saíra bem na prova de Matemática, o namorado resolveu terminar com ela e a sua melhor amiga estava de mudança para outra cidade. Em horas de amargura, a mãe sabia que poderia agradar a filha preparando-lhe um bolo. Naquele momento não foi diferente.
Abraçou a filha e levou-a a cozinha, conseguindo arrancar da moça um sorriso sincero. Logo que a mãe separou os utensílios e ingredientes que usaria e os colocou na mesa, perguntou à filha:
-Querida, quer um pedaço de bolo?
- Mas já, mamãe? É claro que quero. Seus bolos são deliciosos...
-Então está bem, respondeu a mãe. Tome um pouco desse óleo de cozinha!
Assustada, a moça respondeu:
- Credo, mãe!
- Que tal então comer uns ovos crus, filha?
- Que nojo, Mãe!
- Quer então um pouquinho de Farinha de Trigo ou Bicarbonato de Sódio?
- Mãe, isso não presta!
A Mãe então respondeu:
- É verdade, todas essas coisas parecem ruins sozinhas, mas quando as colocamos juntas, na medida certa... ...Elas fazem um bolo delicioso!
Deus trabalha do mesmo jeito.
Às vezes a gente se pergunta por que Ele quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabe que quando Ele põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem.
A gente só precisa confiar nEle e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico!
Deus é louco por você.
Ele te manda flores em todas as Primaveras...
...O nascer o Sol todas as manhãs...
... E sempre que você quiser conversar, Ele vai te ouvir!
Ele pode viver em qualquer lugar do universo, e Ele escolheu o seu coração! Dá uma chance pro Pai... Ele podia invadir teu coração, mais não... Ele fica paradinho na porta, batendo, esperando você abrir... Ele ti ama... Deixa-O entrar... Deixa?


Fonte : Flogão

Read more...

Onde foram parar nossas lágrimas?

Crescemos e ficamos assim, aprendemos a dizer que damos conta, que podemos nos levantar, que somos fortes e auto-suficientes.

O mundo nos pede isso a cada momento.

Esquecemos o que é estender a mão pra cima a espera de um apoio, um suporte.

Crescemos assim, amadurecemos assim e envelhecemos assim.

Mas em alguns momentos descobrimos que muitos são mãos amigas, nós mesmos as somos para quem amamos.

Aprendemos a dar apoio a aqueles que precisam.

Só que, a cada nascer do sol, menos são aqueles que sabem pedir ajuda. Qual a última vez que pedimos ajuda a um amigo ou chamamos nossa mãe? Quando foi a ultima vez que você chamou Deus, em um momento de dificuldade?

Vamos aprendendo a esconder nossas fraquezas, a esconder nossas verdadeiras fragilidades.

Esquecemos como é chorar no colo de quem amamos, deixamos pra trás o calor de um abraço e da voz confortante de quem confiamos, de um sorriso, do brilho do olhar, de um cafuné sem pressa.

Ao primeiro sinal de dificuldade ou de nossas depressões cotidianas somos compelidos a nos isolarmos, a fingir ao mundo que está tudo bem conosco.

Sofremos mais para parecermos fortes, e assim nos afogamos em nossas fraquezas.

Ser forte é assumir seu eu de peito aberto.

Ser forte é saber que suas lágrimas são tão importantes quanto seus sorrisos.

Afinal são as mesmas presentes nas maiores tristezas e maiores alegrias de nossas vidas.

Às vezes esquecemos que lágrimas só secam se forem choradas.

É Deus está aí pra secar nossas lágrimas...Pra nos abraçar nos momentos de carência... Pra nos dar colo quando todos estão distantes... Pra dar amor quando parece que não tem mais saída.

Mesmo que a sua vida pareça estar escura, lembre-se “o Deus que faz as cores de uma linda tarde de primavera é também o Deus que pinta o cinza de uma manha de inverno”...

“Quando me sinto fraco é ai que sou forte... Porque Deus me carrega nos braços...”



Fonte :Flogão

Read more...

17 de jan de 2012

Oração da mulher cristã


Achei está oração da "Mulher Cristã " muito bonita.O interessante é que esta oração reuniu todas as grandes mulheres da revelação da ação de Deus na vida dos seres humanos,a Bíblia. Me senti no direito de compartilhar com vocês esta oração,principalmente para as mulhers de Deus.

Read more...

Compreendendo a Felicidade

- O que é a felicidade? É um estado de espírito? Ela é temporal ou atemporal?
Podemos encontrar inúmeras definições para essa palavra; mas com certeza, sempre ficarão lacunas.
Comumente, defini-se felicidade como: um estado afetivo ou emocional de sentir-se bem ou sentir prazer, associado a: bem estar, alegria, prazer sexual, contentamento, saúde, segurança, deleite, amor, etc.
Felicidade é geralmente correlacionada com a presença de eventos favoráveis (como uma promoção, um casamento, ganhar na loteria, etc) e ausência de problemas ou má sorte (como acidentes, ser demitido, divórcio, conflitos, etc).

Será que não existe ai uma grande confusão entre felicidade e alegria?

Apesar das mais variadas interpretações a cerca da felicidade, algo é certo e real; todos buscam a felicidade!












Vamos analisar alguns pontos acerca da felicidade, para que tenhamos discernimento a respeito dela.

- Felicidade: do grego "phelis", diz que uma pessoa é feliz quando possui o ar da graça, ou em total estado de euforia. Uma pessoa feliz é capaz de muitas coisas.
- Felicidade eufórica dentro de uma visão da ciência da psicologia, Phelis Xiddad Croniccus é uma doença que afeta pessoas que acham graça em tudo, possuem desvio de caráter e isso deve ser tratado por profissionais: psiquiatras.
- Felicidade para os romanos era uma divindade alegórica, representada na figura de uma rainha no seu trono, tendo em uma das mãos um caduceu (bastão em torno do qual se entrelaçam duas serpentes e cuja parte superior é adornada com asas) e na outra mão uma cornucópia (na mitologia era um vaso em forma de chifre, com frutas e flores que dele saíam em abundância e expressa um antigo símbolo da fertilidade e riqueza).
- Para Budah a felicidade acontece quando a pessoa enxerga seus defeitos e pode se transformar em algo melhor que ela queira. Toda vez que a pessoa reconhece um erro e se corrige, ela transforma a sua personalidade em algo melhor. E consequentemente está se afastando do que traz dor e vazio e juntamente com isso se aproximando da plenitude, da iluminação.
- No velho testamento um personagem bíblico de nome Jó, faz a seguinte referência: "Sobrevieram-me pavores; como vento perseguem a minha honra, e como nuvem passou a minha felicidade." (Jó 30:15) Na verdade Jó lamenta a sua situação de pobreza e de doenças, principalmente, a falta de proteção de Yavêh (Deus). Quando em sua mocidade vivia em plena abundância material, familiar e satisfação emocional.
- O apostolo Paulo era perseguido pelos judeus por expandir a fé cristã aos gentios, e mesmo assim estava feliz, veja o que ele diz diante de seus acusadores: "Tenho-me por feliz, ó rei Agripa, de que perante ti me haja hoje de defender de todas as coisas de que sou acusado pelos judeus;" (Atos 26:2)
- O salmista David também tem sua definição de felicidade, para ele ser feliz é estár debaixo da dependência de Deus: "Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e tudo lhe irá bem." (Salmos 128:1-2)

Porém, cada pessoa tem sua forma de ver a felicidade! Necessariamente, a felicidade não se resume a bens materiais ou a satisfações emotivas; não podemos conjugá-la, apenas, como a alegria de realizações de nossos desejos, muito menos a nossa resignação em favor dos outros, pois felicidade é também senso de justiça própria.

Felicidade é antes de tudo a relação de amor que mantemos com Deus; mas também a consciência das nossas limitações e a aceitação da nossa condição real.

Ser feliz é poder olhar para dentro de nós mesmos e nos sentir bem com quem nós verdadeiramente somos, é amar os nossos semelhantes com o mesmo amor que gostaríamos de ser amado; é ter discernimento da nossa responsabilidade na construção de um mundo melhor e mais justo para todos; é a certeza de estarmos sempre aptos e encorajados a ajudar aos necessitados; é manter acesa a chama da esperança e da fé diante do niilismo que nos envolve; é se sentir confiante ao expressar uma vida verdadeira e transparente; é gerar nos outros esperança e bem estar; é saber que pode se doar sem pedir nada em troca; é ter segurança diante das adversidades; é irradiar a luz de Deus para que possa dirigir os caminhos daqueles que se encontram perdidos; é antes de tudo, estar debaixo da graça e do amor de Deus.

Fonte: http://www.paralerepensar.com.br


Read more...

16 de jan de 2012

* ESPERANÇA! ESPERANÇA! ESPERANÇA!

Se a Bíblia é uma história de amor, então seu tema é esperança. Não importa quão terríveis as circunstâncias, não importa quão grande o inimigo, não importa quão profundo o pecado, não importa quão perdidos as pessoas, não importa quão vazia a dispensa, não importa quão largo o rio, não importa…

Não importa quanto tempo faça, não importa quão impossível pareça, não importa quão grave a enfermidade…O Senhor é o Deus que transforma todos os impossíveis em realidades.

Deus repetidamente dá razão para seu povo esperar num amanhã melhor. Deus trouxe a segurança daquele amanhã em Jesus!

Portal Iluminalma

Read more...

Amo muito tudo isso!

"A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida. " John Dewey



Verdades da Profissão de Professor

Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário, mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados. Apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados pelo fracasso da educação, grande parte resiste e continua apaixonada pelo seu trabalho.
É importante que todos, pais, alunos, sociedade, repensemos nossos papéis e nossas atitudes, pois com elas demonstramos o compromisso com a educação que queremos. Aos professores, fica o convite para que não descuidem de sua missão de educar, nem desanimem diante dos desafios, nem deixem de educar as pessoas para serem “águias” e não apenas “galinhas”. Pois, se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.

Paulo Freire

Read more...

12 de jan de 2012

Mensagem para você....

Read more...

2 de jan de 2012

Salmo 34:18 - Palavra do dia.

Salmos 34:18

O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido.

Ao mesmo tempo em que muitos de nós somos ricamente abençoados espiritual e fisicamente, muitos do povo de Deus encaram dificuldades. Talvez você seja um daqueles que se encontra em circunstâncias difíceis. Por favor, lembre que Deus não te abandonou. Jesus é o grande lembrete que Deus se importa e se envolve com os quebrantados, esquecidos e oprimidos; Saibam também que dezenas de milhares estão orando por você hoje na oração que segue.

Oração: Ó DEUS, por favor, esteja com aqueles cujas vidas são difíceis e cheias de dor e tristeza. Por favor, ministre em maneiras pessoais e poderosas a cada cristão que tem o espírito esmagado. Querido Pai, por favor, reacenda a esperança de cada cristão desanimado. Encapacite-os para segurar à sua fé. Derrame seu Espírito com poder, fortalecendo cada coração cansado e pesado. Ajude cada um dos seus filhos a manter sua fé, achando uma esperança renovada na sua presença. No nome de Jesus eu oro. Amém.


Read more...

Há esperanças....

"Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos.
Se envelhecer na terra a sua raiz, e o seu tronco morrer no pó, Ao cheiro das águas brotará, e dará ramos como uma planta." Jó 14:7-9

As dificuldades nos impede de olhar além da paisagem, ela esta ali e se olharmos bem poderemos enchergar
além do véu .
Que hoje possamos enchergar o que realmente Deus tem para nós, mesmo que as tribulações, perseguições,
angustias, tenham trazido marcas e dores profundas, Deus tem uma benção e as promessas se cumpriram ,
porque Deus não é homem para que minta e nem filho de homem para que se arrependa.

Ele começou Ele termina , alias está e´uma lição que temos que aprender com o Senhor .Quantos projetos
são parados no meio do caminho, porque vem o desanimo que não nos permite firmar ?

Que hoje todo projeto, todo planejamento que o inimigo frustrou gerando desanimo, seja reativado em nós .
Não podemos esquecer que há esperança, não podemos esquecer que Deus renovará.

Jó tinha tudo para desistir e não querer mais saber de nada, mas Ele escolheu dizer que sabia que o redentor
dele vivia .

Jó, não desistiu , Jó adorou , Jó perdeu tudo, foi provado, ele se coçou com caco de telha (telha tem 2 significados
importantíssimos na bíblia sagrada. Telha fala da divindade de Cristo e fala da humanidade de Cristo,telha fala de
telhado, cobertura que é uma parte principal de uma casa).Chegou o momento na vida de Jó que só Deus poderia
coçar as suas feridas .Chegou o momento na vida de Jó que só Deus poderia sarar as suas dorese houve esperança
para ele.

Sua luta esta muito grande, parece que não termina, parece que esta tudo sem espectativas e você olha a situação
e não sabe como será resolvida?Apenas confie, pois há esperança .

Sabemos que toda boa árvore precisa ser podada , se for cortada , ainda se renovará , por que o próprio Deus
assim o faz , a poda é crescimento , a poda é para que você se firme e o busque, Deus conhece a dureza do
coração do homem e sabe bem como tratar o nosso coração . Que hoje nosso coração se encha de ESPERANÇA,
E MESMO NA PODA , NOSSOS FRUTOS E RENOVO SEJAM BONS.

Respire bem fundo agora , encha seus pulmões e sinta o cheiro das águas do Senhor chegando e te curando, pois
há esperança.

Read more...

Minha família : Eu e minha casa serviremos ao Senhor

Minha família : Eu e minha casa serviremos ao Senhor
"Os que vencem não são aqueles que ajuntam maior números de bens.São os que amaram a família e conheceram a alegria de ver esse amor ser retribuído. São aqueles que souberam o que significa dedicar a vida a um propósito maior do que a si mesmo. São os que conheceram a Deus e esperam ansiosamente pela eternidade com Ele."

Que tal combatermos a violência ao animal?

Que tal combatermos a violência ao animal?

Nosso único adorador :

Nosso único adorador :

Caraguatatuba - Litoral Norte Paulista

Caraguatatuba - Litoral Norte Paulista
Caraguá é do Senhor Jesus!

Reflita nisso...

"Você mesmo, em sua própria consciência, precisa sentir o próprio Cristo.
Você precisa ter convicção de que é a Palavra de Deus, mesmo que todo o mundo discorde.
E, enquanto você não possuir este sentimento, certamente não terá ainda provado a Palavra de Deus."
Martinho Lutero